BLOG  
Parte 2 - Aprenda a ouvir o que seu carro fala Dicas

Parte 2 - Aprenda a ouvir o que seu carro fala

Publicado em 23 de Nov de 2016

Continuando a nossa série de domingo passado, veja logo abaixo a segunda parte do “Aprenda a ouvir o que seu carro fala” e vire expert em decifrar os sinais que seu possante te dá quando não está muito bem. #DicaDoJunin#AprendaAOuvirOSeuCarro #DecifreOsSinais#SeuCarroFala

→ AMORTECEDORES: O carro também se comunica com o dono por meio de sons. Um exemplo é quando os amortecedores estão com sua vida útil comprometida. Ao passar por um piso irregular ou uma lombada, ouvimos o som de algo batendo na suspensão. Achou que é normal? Então você passa por outra lombada e escuta de novo a batida seca. Há uma grande chance de ser amortecedor cansado. Mas ele também manda outro aviso sonoro nessa situação: os pneus cantam mesmo em velocidades mais baixas.

→ CALIBRAGEM: Seu automóvel teima em ir para um lado e você precisa estar corrigindo sempre a trajetória? Sente que a estabilidade piorou quando está acima de 60 km/h? Então pare no primeiro posto de combustível e calibre os pneus, pois o problema está neles. Caso os pneus estejam mais vazios do que deveriam, eles vão cantar mais nas curvas e, como consequência, causará o aumento do consumo de combustível.

→ VELAS: Quando elas estão gastas ou danificadas, seu carro manda avisos bem claros. O motor começa a engasgar, perde potência ao acelerar e até apaga repentinamente. Com o funcionamento irregular, o motor acaba trabalhando em temperaturas maiores e consumindo mais combustível.

E se quiser ler a primeira parte das dicas, clique aqui:

http://bit.ly/2boMfJD

VAMOS COMPARTILHAR?