BLOG  
Tanque na reserva: prejudica o motor? Curiosidades

Tanque na reserva: prejudica o motor?

Publicado em 22 de Nov de 2016

Você é daqueles que se acostumou a ficar sempre com o tanque de gasolina na reserva? Então saiba que isso pode sair muito caro no final. O Junin te explica por que:

→ O primeiro risco que você corre é o de ficar parado sem combustível. Isso é passível de multa e além te pesar no bolso, o motorista ainda perde 4 pontos na carteira, além do carro ser guinchado.

→ Além disso, quando você anda com seu automóvel na reserva, você pode provocar um superaquecimento da bomba elétrica. Isso porque os carros mais novos têm esta bomba interna e não mais externa, o que não permite mais o famoso sistema de refrigeração “pelo meio”. Neste caso, você pode estar alterando o tempo de vida útil da bomba.

→ Outro grande risco ao utilizar o veículo com pouca gasolina está na possibilidade de entupir com as partículas de sujeira. Geralmente estas partículas ficam no fundo da bomba, mas como o motorista busca utilizar até a última gota, a bomba de gasolina vai puxar até o combustível do final da tanque e com ele também virá as partículas. Caso esta peça pare de funcionar, amigo, só uma bomba nova...

→ Outro risco de andar com o veículo com nível baixo de combustível é quando existe a necessidade de subir ruas íngremes, ou fazer curvas acentuadas. Nestes momentos aumentam as chances de entrar ar na linha de combustível, isso certamente vai provocar falhas no funcionamento do motor.

Agora que você conhece todos os riscos de andar com baixo nível de combustível, a principal forma de evitar todos eles é apenas deixar o carro com pelo menos 1/4 do tanque de combustível cheio. Aliás, você já passou experiências negativas quanto a este problema?

Deixe-nos o seu comentário e compartilhe esta postagem para alertar os “desavisados de plantão”! #LoucosPorCarros #Segurança #CuideDosSeuCarro #DicaDoJunin

VAMOS COMPARTILHAR?